Nossa Anadia, Nossa Notícia.

O conteúdo que Anadia merece.

Coluna do Kléverson Levy

As ameaças ao vereador Júlio Cezar e o recado de Cordeiro em 2008 Quinta-Feira, 16 de Julho de 2015

O ex-prefeito - em 2008 - apelava à consciência do povo de Palmeira para não votar em determinados candidatos do pleito

As ameaças denunciadas na imprensa pelo vereador Júlio Cezar (PSDB) é algo estarrecedor . Na política - quem vive nela sabe disso - é possível acontecer de tudo, inclusive, aliados se tornarem inimigos e inimigos se tornarem aliados. Fato!

Revirando meu baú de notícias lembrei de um fato ocorrido na eleição de 2012. A gravação com a voz do ex-prefeito Albérico Cordeiro (PTB) de 2008 e usado no pleito de 2012 pela então candidata à prefeita, Patrícia Sampaio (PT).

A tal gravação gerou bastante polêmica na cidade por conta da voz do ex-prefeito passar durante a campanha eleitoral. Vale lembrar: o áudio teve autorização legal para ser divulgado com o consentimento de familiares do ex-prefeito.

Nela, Cordeiro dizia: “Não vamos retroagir, nem nos desacertos, nem na valentia. Não vamos retroagir nos desmandos, nem nas imposições e nas ameaças. Não!”

Albérico Cordeiro - em 2008 - apelava à consciência do povo de Palmeira para não votar em determinados candidatos do pleito. À época, James Ribeiro (PSDB), Petrúcio Barbosa (PTB), Pedro Paulo (PT) e Hélio Morais (PSOL) disputavam o cargo de prefeito.

Porém, a mensagem de Albérico Cordeiro parece continuar valendo no próximo pleito. Por quê? Júlio Cezar tem sido comparado ao estilo político de Cordeiro. Ele - Cordeiro - foi atingido de todas as formas, com todos os adjetivos negativos e termos pejorativos insultantes.

Isso reflete agora com JC quando vai trilhando seu caminho rumo à disputa pela prefeitura de Palmeira dos Índios. Recebe ameaças e querem intimidá-lo para recuar ao que ele se propõe em 2016: concorrer ao Executivo palmeirense.

Portanto, nobre vereador, não esmoreça, siga em frente e vá à luta! Não esqueça o exemplo de Cordeiro que foi destratado - em todos os sentidos - pelos caciques da política palmeirense e resistiu durante muito tempo - dois mandatos seguidos (2001-2008) - no município.

Incomodados estão aqueles que sentem-se ameaçados com sua pré-candidatura. A nossa Democracia existe para que qualquer cidadão brasileiro possa concorrer aos cargos eletivos nas eleições do país.

Alagoas não pode voltar aos tempos dos coronéis da política.

Lembre-se: "O descontentamento é o primeiro passo para o progresso", Oscar Wilde

Boa Sorte!




// Deixe seu comentário

Kléverson Levy


Sobre o autor
Kléverson Levy, natural de Palmeira dos Índios, é bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió (Cesmac). Foi estagiário do O Jornal, trabalhou no site Alagoas Agora (Grupo JL) e nos programas da MZT Comunicação (Circuito Alagoas e De Bem Com a Natureza) como repórter e editor-chefe. Foi Assessor de Imprensa do município de Jequiá da Praia e trabalhou também na Assessoria da Associação dos Municípios Alagoanos. Atualmente é blogueiro e pós-graduado em Assessoria de Comuni