Nossa Anadia, Nossa Notícia.

O conteúdo que Anadia merece.

Coluna do Kléverson Levy

Acusado de improbidade: ex-prefeito tentará retornar ao cargo em 2016 Sexta-Feira, 09 de Outubro de 2015

Francisco Luiz de Albuquerque, o Chico Vigário (PMDB), foi gestor por dois mandatos consecutivos (2004-2008 e 2009-2012)

2016 quem se prepara - de novo! - para uma candidatura é o ex-prefeito de Atalaia, Francisco Luiz de Albuquerque, o Chico Vigário (PMDB).

Vigário foi gestor do município por dois mandatos consecutivos (2004-2008 e 2009-2012).  

Apesar de querer concorrer ao cargo no próximo ano, Chico terá que responder aos atos de improbidades administrativas cometidas durante sua gestão - a exemplo do convênio firmado com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC) para construção de quadras poliesportivas sem aferição de valor.  

Segundo fontes do blog, caso ex-prefeito não consiga o registro de candidatura para o pleito vindouro, o filho dele - Júnior Vigário - poderá ser o nonome do substituto da família em Atalaia. 

Em 2012, no fim do segundo mandato Vigário venceu a eleição, fez o sucessor e deixou em seu lugar - à época - o secretário de Educação da gestão, Manoel da Silva Oliveira, o Professor Mano (PTB). 

No entanto, professor Mano foi cassado no ano passado pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AL). O ex-gestor foi acusado por abuso de poder econômico, político, corrupção e fraude durante o pleito eleitoral de 2012.  

Em seu lugar, assumiu o segundo colocado no pleito de 2012, o atual prefeito José Lopes de Albuquerque, o Zé do Pedrinho, e o vice-prefeito, Fernando Lyra, ambos do PSD. Zé e Lyra devem disputar à reeleição no município contra o grupo que estava na prefeitura. 

Será?   

Por outro lado,  Zé do Pedrinho e Chico Vigário se enfrentam há mais de 14 anos pelo Executivo. Tudo começou na eleição de 2000, quando foi eleito Zé do Pedrinho (Antes PDT) com 7.105 votos contra 5.498 de Vigário.  

Em 2004, na reeleição de Zé do Pedrinho, Chico Vigário venceu com 9.726. Já 2008, na reeleição de Vigário, Zé do Pedrinho perdeu quando Chico obteve uma votação maior que em 2004: 10.300.  

No pleito de 2012, como não poderia exercer um terceiro mandato, Vigário colocou seu ex-secretário de Educação, o professor Mano (PTB). Mano, entretanto, venceu Zé do Pedrinho.  

Na Foto: José Lopes de Albuquerque, o Zé do Pedrinho, e o vice-prefeito Fernando Lyra, ambos do PSD

Portanto, são quatro eleições (2000-2012) que prefeito e ex-prefeito se enfrentam nas urnas pelo Poder Executivo de Atalaia.   

2016 a população de Atalaia viverá mais um capítulo da briga política-poder entre Chico Vigário e Zé do Pedrinho. 




// Deixe seu comentário

Kléverson Levy


Sobre o autor
Kléverson Levy, natural de Palmeira dos Índios, é bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió (Cesmac). Foi estagiário do O Jornal, trabalhou no site Alagoas Agora (Grupo JL) e nos programas da MZT Comunicação (Circuito Alagoas e De Bem Com a Natureza) como repórter e editor-chefe. Foi Assessor de Imprensa do município de Jequiá da Praia e trabalhou também na Assessoria da Associação dos Municípios Alagoanos. Atualmente é blogueiro e pós-graduado em Assessoria de Comuni