Nossa Anadia, Nossa Notícia.

O conteúdo que Anadia merece.

Diversos

Instituto Médico Legal de Arapiraca registra 16 corpos, vítimas de crimes no final de semana Segunda-Feira, 02 de Maio de 2016

Instituto Médico Legal de Arapiraca registra 16 corpos, vítimas de crimes no final de semana

O final de semana foi violento em Arapiraca e região. O Instituto Médico Legal (IML) na cidade registrou a entrada de 16 corpos só neste final de semana. No sábado (30), último dia de abril e no domingo (1º), primeiro dia de maio.

De acordo com o relatório divulgado pelo IML e colocado à disposição do público, na sede do instituto, no bairro Jardim Tropical, as causas e os números das mortes estão distribuídas da seguinte forma: morte por arma de fogo: 8; por arma branca: 1; por afogamento: 1; por acidente de trânsito: 3; por queda: 1; por enforcamento: 1 e outras: 1.

A maioria das mortes registradas pelo IML de Arapiraca não foram esclarecidas. O resultado ainda deve ser liberado pelo instituto, no site da Perícia Oficial do Estado.

Dados oficiais

Por outro lado, o governo do estado de Alagoas divulgou a queda de homicídios no período de janeiro a março deste ano, comparado com o mesmo período do ano passado.

De janeiro a março de 2015 foram registrados 654 homicídios em Alagoas contra 609 no mesmo período em 2016. Foram 45 mortes a menos este ano, o que representa uma redução de 6%.

O resultado foi anunciado durante uma coletiva de imprensa pelo governador Renan Filho, nesta segunda-feira (2).

O gestor ressaltou que a redução foi ainda maior em Maceió, cerca de 32%, e afirmou que o resultado se deve a nova forma de fazer segurança pública.

Nos primeiros meses, a queda nos registros de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) foi de 31,90 % em Maceió. Dado que chamou a atenção, por ser a maior redução do país.

“Fomos para a rua, conversamos com os policiais. Também tivemos mais força na investigação. Tudo isso vem resultando nesses números. Temos a convocação que fizemos agora e ainda estamos pensando em convocar reserva técnica. Então aquele que planeja cometer crime tenha muito cuidado, porque a polícia está no encalço”, afirmou Renan Filho.

No acumulado dos primeiros quatros meses 2015/2016, o Estado registrou 1.263 mortes, uma queda de 20,9% em relação ao mesmo período do biênio 2013/2014, quando foram contabilizados 1.596 crimes violentos.
 

 
 


Fonte: 7segundos/NossaAnadia







// Deixe seu comentário

// Curta no Facebook