Nossa Anadia, Nossa Notícia.

O conteúdo que Anadia merece.

Esportes

Série C: ASA joga bem fora de casa e vence o Remo-PA por 1 x 0 Segunda-Feira, 30 de Maio de 2016

Remo-PA e ASA se enfrentaram na noite desta segunda-feira, 30, às 20h, no Estádio Mangueirão, pela 2ª rodada do Grupo A do Campeonato Brasileiro Série C. As duas equipes entraram na rodada empatadas em todos os critérios na 6ª colocação do torneio com apenas um ponto conquistado. Em Belém, o Gigante Arapiraquense conseguiu desempenhar um bom papel e saiu com a vitória simples por 1 x 0, gol do centroavante Jeferson Baiano. 

Na 1ª rodada, o time azul havia empatado fora de casa por 1 x 1 com o Cuiabá-MT, enquanto o alvinegro repetiu o mesmo placar do Leão diante do Confiança-SE, em Arapiraca. Com a primeira derrota na competição, o time da casa caiu para a 9ª colocação e se encontra na zona do rebaixamento. Já o Fantasma subiu para o 3º lugar com o triunfo fora de seus domínios. Autor do gol, Jeferson Baiano foi um dos destaques do ASA na partida.

O jogo

Primeiro tempo

O ASA começou melhor o duelo contra o "O Rei da Floresta" e assustou logo nos primeiros minutos. Aos 3', o meia Diogo cobrou escanteio com veneno e Fernando Henrique tirou a bola em cima da linha, quase um gol olímpico no Mangueirão. Em seguida, Diogo cobrou novo tiro de canto e Jeferson Baiano desviou de cabeça para a defesa do arqueiro da equipe azul. Com o início superior, o Gigante Arapiraquense seguiu marcando forte a saída de bola do adversário.

Com o apoio da torcida, o Leão chegou com perigo aos 14 minutos, após uma boa finalização do meia Eduardo Ramos, mas a bola saiu por cima da meta do Fantasma. Logo depois, o ASA respondeu em uma boa jogada pela direita de ataque. Aos 16', Diogo levantou na área, a bola desviou no lateral-esquerdo Fabiano e quase surpreendeu Fernando Henrique, que defendeu o lance. Bem na partida, o alvinegro abriu o placar aos 17 minutos com Jeferson Baiano, aproveitando o cruzamento feito por Igor pelo setor esquerdo e cabeceando para o fundo do gol.

Sem nenhuma referência dentro da área, o Leão Azul investiu em cruzamentos sem sucesso para a área do time alagoano. O ASA vinha mostrando força nas laterais e atacava tanto pela direita, quanto pela esquerda. No desejo de alcançar a igualdade no placar, o time paraense procurou dominar a posse de bola, mas pecou no último passe e não conseguiu empatar ainda no primeiro tempo regulamentar. Nos acréscimos, Eduardo Ramos cobrou escanteio e Allan Dias, com a mão, colocou a bola na rede arapiraquense. O árbitro Antônio Rogério Batista do Prado anulou o gol e puniu o atleta com o cartão amarelo. Após o lance, ele encerrou a parte inicial de futebol.

Segundo tempo

Os times voltaram para a segunda etapa com os mesmos onze que iniciaram o duelo. Aos 5', Jeferson Baiano recebeu lançamento em posição legal, invadiu a área e foi derrubado pelo volante Lucas Garcia, o árbitro mandou seguir e não deu pênalti para o alvinegro. Logo depois, foi a vez da equipe azul reclamar de uma penalidade máxima após um toque de mão do lateral-esquerdo Igor dentro da área. A grande torcida do Leão começou a ficar na bronca com o time que não consegue penetrar na zaga do Fantasma.

O ASA vinha cozinhando bem o confronto, com a defesa bem postada e não sofrendo perigo por parte do ataque paraense. Aos 20 minutos, Jeferson Baiano ganhou no corpo do zagueiro Max e finalizou forte para Fernando Henrique defender em dois lances. Para dar uma maior velocidade nos contra-ataques, o técnico Jaelson Marcelino colocou Ivanzinho em campo e sacou o jovem Klenisson, que fez uma partida apagada. Autor do gol alvinegro, Jeferson Baiano deu trabalho para a defesa do Remo e deixou o campo cansado para a entrada de Kessi.

O Leão partiu para cima nos últimos dez minutos, e aos 36 minutos, Eduardo Ramos cruzou para a grande área, a bola pegou efeito e quase enganou o goleiro Thiago Braga, que colocou para escanteio. Na sequência, após a execução do tiro de canto, o atacante João Victor, de "puxeta", acertou o travessão do Gigante. Aos 44', Silvio arriscou de longe e mandou por cima da meta da equipe alagoana. Logo depois, o zagueiro Willames José furou a bola e Héricles finalizou à esquerda do arqueiro alvinegro, perdendo uma grande chance. No último lance do jogo, o goleiro Fernando Henrique foi para a área e cabeceou o escanteio cobrado por Eduardo Ramos para a linha de fundo. O árbitro encerrou a partida e o ASA conquista três pontos fora de casa.

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro - Série C – Grupo A (2ª rodada)

Jogo: Remo-PA 0 x 1 ASA

Gols: ASA (9-Jeferson Baiano aos 17' do 1T)

Local: Estádio Mangueirão, Belém/PA

Data: 30/05 (segunda-feira)

Hora: 20h

Árbitro: Antônio Rogério Batista do Prado (CBF/SP)

Auxiliar 1: Daniel Luís Marques (CBF/SP)

Auxiliar 2: Vaneide Vieira de Góis (CBF/SE)

Remo-PA

1-Fernando Henrique

2-Murilo

3-Brinner

4-Max

6-Fabiano

5-Lucas Garcia

7-Yuri

8-Allan Dias (19-João Victor aos 21' do 2T)

10-Eduardo Ramos

11-Fernandinho (18-Héricles aos 40' do 2T)

9-Ciro (20-Silvio aos 6' do 2T)

Técnico: Marcelo Veiga

Banco Remo-PA: 12-Douglas Borges, 13-Italo, 14-Henrique, 15-Michel, 16-Chicão, 17-Alisson, 18-Héricles, 19-João Victor e 20-Sílvio.

ASA

1-Thiago Braga

2-Junior

3-Willames José

4-Rayan

6-Igor

5-Jorginho

8-Ramalho

7-Diogo (16-Aurélio aos 18' do 2T)

10-João Paulo

11-Klenisson (19-Ivanzinho aos 27' do 2T)

9-Jeferson Baiano (18-Kessi aos 35' do 2T)

Técnico: Jaelson Marcelino

Banco ASA: 12-Ferreira, 13-André Nunes, 14-Edson Veneno, 15-Gilmar, 16-Aurélio, 17-Bruno Souto, 18-Kessi, 19-Ivanzinho e 20-Jaílton.

Veja a classificação (fornecida por Sr. Goool):

Grupo A
C Participantes PG J V E D GP GC SG %A
 América-RN 6 2 2 0 0 4 2 2 100
 Fortaleza-CE 4 2 1 1 0 3 1 2 66,7
 ASA-AL 4 2 1 1 0 2 1 1 66,7
 ABC-RN 3 2 1 0 1 2 1 1 50
 Botafogo-PB 3 2 1 0 1 1 1 0 50
 Salgueiro-PE 3 2 1 0 1 1 2 -1 50
 Ríver-PI 1 2 0 1 1 3 4 -1 16,7
 Cuiabá-MT 1 2 0 1 1 1 2 -1 16,7
 Remo-PA 1 2 0 1 1 1 2 -1 16,7
10º
 Confiança-SE 1 2 0 1 1 1 3 -2 16,7

*Estagiário sob supervisão



Fonte: Agência Estado/NossaAnadia







// Deixe seu comentário

// Curta no Facebook