Nossa Anadia, Nossa Notícia.

O conteúdo que Anadia merece.

Polícia

Justiça condena acusados de assassinar vereador de Anadia Domingo, 19 de Fevereiro de 2017

A justiça condenou na noite desta sexta-feira (17)  Alessander Leal, Tiago Campos e  Everton de Almeida acusados de participação na morte do vereador pelo município de Anadia, Luiz Ferreira..

Alessander Leal foi condenado a 32 anos, 7 meses e 15 dias psob a acusação de homicídio qualificado e associação criminosa. A pena deverá ser cumprida em regime fechado. Everton de Almeida, foi condenado a 32 anos, 3 meses e 15 dias pelos crimes de homicídio qualificado e associação criminosa. Já Tiago Campos foi condenado a 30 anos, 10 meses e 20 dias sob a acusação de homicidio e associação criminosa. A pena também deverá ser cumprida em regime fechado. 

Os argumentos da acusação foram de que a morte de Luiz Ferreira foi motivada por enteresses políticos, sendo a mandante a  ex-prefeita de Anadia Sânia Tereza Barbosa. Contudo, os acusados e agora condenados, relatam que os depoimentos deles foram motivados por "coação" durante a investigação do caso. Sânia Tereza Barbosa, e Adaílton Ferreira recorreram da sentença de pronúncia e não há previsão para serem julgados. 

Um quarto envolvido no crime de homicídio identificado como Wallemberg Torres da Silva e que seria o autor dos disparos que vitimaram o vereador encontra-se foragido da justiça.

O Caso

O assassinato do Médico e vereador Luiz Ferreira de Souza, 61 anos, filiado ao (PPS), deixou a pequena cidade de Anadia abalada com tamanha violência, o crime ocorreu no início desta tarde do dia três d esetembro de 2011, em um trecho da rodovia que dá acesso ao município.

Segundo informações colhidas pelo Portal 7 Segundos, 13 tiros foram deflagrados na porta e janela do veiculo siena em que o mesmo conduzia, o vereador foi atingido por vários disparos e morreu dentro do veiculo preso ao cinto de segurança, os assassinos praticaram o crime e conseguiram fugir sem deixar pistas.



Fonte: 7 Segundos







// Deixe seu comentário

// Curta no Facebook